EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

quarta-feira, 25 de maio de 2011

BEN HARPER LANÇA CD APÓS 5 ANOS





Fonte: EBand

Já se vão cinco anos desde o último trabalho solo de Ben Harper. Nesse período, o músico fez participações especiais em shows de outros artistas e formou o trio Fistful of Mercy, que em 2010 lançou o disco “As I Call You Down”.

“Give Till It’s Gone”, que chega esse mês ao Brasil pela EMI (preço sugerido: R$ 31,90), é o novo trabalho individual do cantor e compositor.

Como definiu em entrevistas, o álbum apresenta-se como o mais autoral de seus projetos. “Eu nunca tinha feito um disco que fosse uma tal linha do tempo. É a verdadeira extensão do último ano e meio na minha vida, e todos esses sons são inspirados por minhas experiências. É a declaração musical mais sincera que eu poderia fazer”, declarou.

A canção “Don't Give Up On Me Now” abre a lista das 11 faixas. Em melodia singela, ele convida o ouvinte a acompanhá-lo na nova jornada.

O álbum também marca uma nova parceria entre o músico e o ex-baterista dos Beatles, Ringo Starr.

Em 2010, Ben participou do disco “Y Not” do artista britânico. Agora, foi a vez de Ringo retribuir a companhia musical.

Inspirada pelo rock’n’roll clássico, a dupla compôs a psicodélica “Spilling Faith” e “Get There From Here”, um instrumental de improvisação – em ambas o ex-Beatle também toca bateria.

Em “Give Till It’s Gone”, o artista também presta sua homenagem a Neil Young. Foi a participação em um show do veterano, no último verão em Londres, que inspirou a criação de “Rock ‘n Roll is Free”, o primeiro single do trabalho.

A música foi escrita após uma hipnotizante performance de Young com a sua “Rockin’ in the Free World”. Ben Harper fez sua estreia no mundo do showbusiness em 1994, quando lançou “Welcome to the Cruel World”, projeto que lhe rendeu um Disco de Ouro.

Em 2005, o artista ganhou dois prêmios Grammy: Melhor Performance Instrumental Pop, por “11th Commandment”, e Melhor Álbum de Gospel Soul Tradicional, por “There Will Be A Light”, trabalho feito em parceria com o Blind Boys of Alabama.

Um comentário:

  1. http://www.avaaz.org/po/end_the_war_on_drugs_la/?cl=1086802457&v=9225

    Abaixo assinado mundial para a legalização participe e passe em frente.
    ________________________________________________

    Caros amigos
    Em dias nós podemos ver o começo do fim da 'guerra às drogas'. O tráfico ilegal de drogas é a maior ameaça à segurança da nossa região, mas essa guerra brutal falhou completamente em conter a praga da drogadição, ao custo de inúmeras vidas, da devastação de nossas comunidades e do afunilamento de trilhões de dólares em violentas redes de crime organizado.

    Especialistas concordam que a política mais sensata é acabar com a guerra às drogas e legalizá-las, mas a maioria dos políticos tem medo de tocar no assunto. Em dias, uma comissão global incluindo antigos chefes de estado e altos membros da política externa do Reino Unido, União Europeia, Estados Unidos e México irão quebrar o tabu e pedir publicamente novas abordagens, inclusive a descriminalização e legalização de drogas.

    Este pode ser um momento único -- se um número suficiente de nós pedir um fim a essa loucura. Políticos dizem que entendem que a guerra às drogas falhou, mas alegam que a sociedade não está pronta para uma alternativa. Vamos mostrar a eles que não apenas aceitamos uma política sã e humana -- nós a exigimos. Clique abaixo para assinar a petição e partilhe com todo mundo -- se nós alcançarmos 1 milhão de vozes, ela será entregue pessoalmente aos líderes mundiais pela comissão global
    Nos últimos 50 anos as políticas atuais de combate às drogas falharam em toda a América Latina, mas o debate público está estagnado no lodo do medo, da corrupção e da falta de informação. Todos, até o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, que é responsável por reforçar essa abordagem, concordam -- organizar militares e polícia para queimar plantações de drogas em fazendas, caçar traficantes, e aprisionar pequenos traficantes e usuários – tem sido completamente improdutivo. E ao custo de muitas vidas humanas - do Brasil ao México, e aos Estados Unidos, o negócio ilegal de drogas está destruindo nossos países, enquanto a drogadição, as mortes por overdose e as contaminações por HIV/AIDS continuam a subir.

    Enquanto isso, países com uma política menos severa -- como Suíça, Portugal, Holanda e Austrália -- não assistiram à explosão no uso de drogas que os proponentes da guerra às drogas predisseram. Ao invés disso, eles assistiram à redução significativa em crimes relacionados a drogas, drogadições e mortes, e são capazes de focar de modo direto na destruição de impérios criminosos.

    Lobbies poderosos impedem o caminho da mudança, inclusive militares, polícias e departamentos prisionais cujos orçamentos estão em jogo. E políticos de toda nossa região temem ser abandonados por seus eleitores se apoiarem abordagens alternativas. Em nossas vozes está a chave da mudança -- assine a petição e divulgue:

    http://www.avaaz.org/po/end_the_war_on_drugs_la/?vl


    Com esperança e determinação,

    Luis, Alice, Laura, Ricken, Maria Paz e toda a equipe Avaaz


    Monet Sativa
    http://maconha-osdoisladosdamoeda.blogspot.com/

    ResponderExcluir