EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

segunda-feira, 11 de julho de 2011

O CRISTIANISMO É AFRICANO







A história do cristianismo na África, provavelmente começou durante o ministério terrestre de Jesus Cristo, dois mil anos atrás. O Novo Testamento da Bíblia menciona vários eventos em que os africanos foram testemunhas da vida de Cristo e do ministério dos apóstolos. É possível que a história do cristianismo em África começou quando estes africanos compartilharam o que testemunharam com outros africanos.



O Evangelho de Lucas relata que um Cireneu foi obrigado a carregar a cruz de Jesus, antes da crucificação. Cirene foi localizado no Norte de África. O livro de Atos registra que, no dia de Pentecostes, os cireneus e egípcios estavam entre a multidão, e ouviu os apóstolos proclamar o Evangelho em suas línguas nativas. Atos registra também a conversão de um eunuco etíope influente para o cristianismo. Finalmente, o livro de Atos registra que, foi na Antioquia da Síria (os Sírios eram negros), que Lúcio e Simeão ordenaram e comissionaram o apóstolo Paulo para o ministério do evangelho (Atos 13:2,3). O apóstolo Paulo, em um caso de erro de identidade, foi classificado de egípcio (Atos 21:38). Se Paulo fosse branco não teria sido confundido com um egípcio, negro. As raízes de Paulo podem ser traçadas à tribo de Benjamim (Filipenses 3:5). A ancestralidade de Benjamim a Quis (Ester 2:5) Sendo um descendente de um benjamita implica em que ele era da posteridade do povo negro.



Os africanos do norte foram os primeiros a receber e abraçar o Evangelho de Jesus Cristo. Muitos líderes importantes da fé Africana surgiram a partir da igreja primitiva. Embora o Cristianismo começou na África do Norte vários séculos antes da sua introdução no Egito, a igreja na África do Norte não cresceu tão rapidamente, porque a igreja norte-Africano usou a língua latina em seus serviços e literatura, e não na linguagem do povo.



Um influxo de muçulmanos no continente africano, durante a Idade Média, resultou em um aumento exponencial na conversão ao islamismo, o que obrigou muitos cristãos Africanos a fugir para a Europa. Só depois o cristianismo começa a crescer em África através do trabalho missionário pela Igreja Católica e Igrejas Protestantes.



O cristianismo foi dominante no Norte de África antes da chegada dos muçulmanos no século VII, mas isso não foi apenas por causa do sucesso dos movimentos missionários. Africanos aceitaram o cristianismo como sua religião primária, quando a primeira igreja atingiu o Norte de África. Hoje o centro geográfico do cristianismo se deslocou do hemisfério norte para o hemisfério sul. O centro de gravidade da fé cristã, também mudou a partir do Oeste para as suas raízes no Oriente e os africanos estão desempenhando papéis cada vez mais importante em trazer esta mudança, e em tornar o cristianismo uma das religiões tradicionais dos povos.



O Cristianismo é tão Africano como é de origem asiática, e não tem nenhum sentido que seja reconhecido com o título, "A religião ocidental”. A influência Africana na origem do Cristianismo ao longo do Nilo são pontos muito importantes que vamos conhecer no Curso Cristianismo de Matriz Africana.



Por Hernani Francisco da Silva











Informações sobre o curso, clique no link abaixo:
http://negrosnegrascristaos.ning.com/group/cursocma

Nenhum comentário:

Postar um comentário