EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Balé Folclórico da Bahia recria rituais do candomblé

 Os bailarinos, músicos e cantores do Balé Folclórico da Bahia apresentam o espetáculo Herança Sagrada, com movimentos e cânticos Yorubá (Foto: Vinicius Lima / Divulgação)


Fonte: Época S Paulo - Soraia Yoshida


Releituras da música e das manifestações culturais baianas existem aos montes. Apresentar a batida original do samba de roda e combiná-la aos movimentos da capoeira é uma tarefa que o Bale Folclórico da Bahia assumeem Herança Sagrada– A corte de Oxalá, que pode ser visto de 30 de novembro a 9 de dezembro no Teatro Sérgio Cardoso. Com 26 bailarinos, músicos e cantores, sob direção artística de José Carlos “Zebrinha”, o espetáculo apresenta as mais importantes manifestações folclóricas baianas sem apelar para modernismos. O que se vê no palco é o que a música baiana é, em sua essência e força tirada do Yorubá, e não diluída em novidades.
Inspirado em rituais do candomblé, Herança Sagrada reproduz a coreografia das danças do culto afro-brasileiro. Há sequências inteiras de movimentos acompanhados por cânticos sagrados. Na segunda parte do espetáculo, o grupo traz coreografias clássicas de seu repertório com músicas extraídas do folclore baiano. É aí que entram “Berimbau”, “Puxada de Rede”, “Capoeira” e “Samba de roda”. Em “Afixirê”, com música de Antônio Portella e Jorge Paim, o Balé Folclórico da Bahia desenha em movimentos a influência deixada pelos escravos trazidos da África.

  Foto : Vinicius Lima

O grupo, fundado por Walson “Vavá” Botelho, não se apresenta em São Paulo há mais de 12 anos. Mas tem feito apresentações marcantes, como a parte brasileira no encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres, que contou também com Seu Jorge, Marisa Monte e BNegão. O Balé Folclórico também fez temporada na Nova Zelândia e nos Estados Unidos, onde atraiu 100 mil pessoas, incluindo celebridades como o diretor Steven Spielberg, a cantora Gloria Estefan, a atriz Anne Hathaway e a diva lírica Jessye Norman – que chegou a levar 300 crianças para ver os músicos e dançarinos.

 HERANÇA SAGRADA – A CORTE DE OXALÁ Coreografia de Walson Botelho e José Carlos Zebrinha. Duração: 90 minutos. Classificação etária: 12 anos. De 30/11 a 9/12, sex. 21h30; sáb. 21h; dom. 19h. Teatro Sérgio Cardoso: Rua Rui Barbosa, 153, Bela Vista, tel. 3288-0136. Ingressos: R$20 aR$ 40. Ingressos vendidos na bilheteria (qua. a dom. 14h/19h).

Rihanna conquista Disco de Ouro no Brasil


"Ainda compra-se CDs originais n no Brasil  hein, galera"  (Preta Jóia®)


Fonte: Famosidades _MSN

Álbum "Unapologetic" alcança mais de 20 mil cópias vendidas

SÃO PAULO - O sétimo álbum de Rihanna, chamado "Unapologetic", chegou às lojas do Brasil e já conquistou o Disco de Ouro.
A gravadora Universal Music confirmou, na terça-feira (27), que foram vendidas 20 mil cópias e o hit "Diamonds" é a segunda música internacional mais tocada nas rádios do País, ficando atrás apenas de "Gagnam Style", do coreano Psy.
Com o sucesso feito no Brasil, Rihanna se empolgou e pretende, inclusive, fazer shows novamente por aqui.
"É claro que quero voltar! Claro que temos planos. Os shows no Brasil foram animais. Adoro caipirinhas, adoro a energia dos brasileiros. Eles me fizeram sentir a única mulher no mundo. Precisamos ver a agenda, mas creio que é possível.", disse a cantora à revista "Quem" com empolgação.
Rihanna esteve pela primeira vez no Brasil em 2011 com a "LOUD Tour" e também fez uma apresentação no Rock In Rio.

Assista no video os bastidores da gravação (clip)





 

terça-feira, 27 de novembro de 2012

FÓRUM HIP HOP - ENCONTRO CONSCIÊNCIA NEGRA


domingo, 25 de novembro de 2012

O MAESTRO JORGE RAMOS E SUA ARTE : NAVIO NEGREIRO !






Texto: Preta Jóia
Fotos: acervo do artista. 

Conheço o Maestro Jorge Ramos a pouco tempo, mas não tem como não se apaixonar por seu trabalho,
mais um artista de talento que luta para manter seu espaço na música, e na galeria de arte e talento do negro brasileiro, mesmo sem ter o apoio da mídia, apesar de sua carreira  internacional.
Sou apaixonada pela cultura do nosso povo, pela música instrumental ou não, por todo tipo de música, desde que seja  de qualidade, desde que enriqueça meu conhecimento e que toque meu coração, assim como a obra de Jorge Ramos.

Humildemente me solicitou que divulgasse seu trabalho, o que me dá orgulho e prazer, orgulho de que
um artista tão talentoso e altíssimo nível  acredite em mim para divulgá-lo, e prazer de ter a possibilidade de transmitir à outros, as coisas boas que chegam até mim.

A obra de Jorge Ramos é:

Navio Negreiro



Suite musical inspirada no livro " Fluxo e Refluxo" de Pierre Verger, trabalho com & musicas que narra a história da chegada do negro nas colonias portuguesas e inglesas, da escravidão no Brasil.

 CD gravado contendo 7 composições, o pianista Jorge Ramos vem se apresentando em vários locais junto ao baterista Rafael Santa Cruz e ao baixista Daniel Menezes.




 E quem quiser ter essa obra em sua biblioteca, ele está vendendo por R$ 20,00 + R$ 5,00 de frete
para todo o Brasil. O natal está ai, e é uma excelente idéia para um presente !!!




 Jorge Ramos iniciou seus estudos de piano clássico aos 6 anos de idade no CBM (Conservatório Brasileiro de Música), e formou-se em técnico de piano erudito , teoria musical e harmonia tradicional, estudou interpretação pianística no conservatório de Paris, onde deu recitais de piano,também na UNI-RIO onde cursou Composição e Regência. Esteve em vários países como Estados Unidos, França e Inglaterra desenvolvendo trabalhos musicais e fazendo cursos de atualização. Fez recitais e concertos na Sala Cecília Meireles, Salão Leopoldo Miguez, Universidade Santa Úrsula, Instituto de Educação, Teatro Carlos Gomes, Teatro João Caetano, Teatro do Ibeu, Sesc Pompeia, e em varias casas de concerto no Brasil e no exterior.


E se quiserem saber mais sobre nosso talentoso maestro só clicar no link abaixo:


 
http://www.kawek.com.br/portfoliojr-66182


Parabéns Maestro Jorge Ramos, continue nos presenteando com obras maravilhosas como essa !



 

Roda da Comunidade Jongo Dito Ribeiro na praça da Mãe Preta

O trabalho bonito de Robson B. Sampaio,  fotografo, artista plástico e newbie  e a riqueza de nossa cultura.










Querem ver mais, cliquem no link abaixo:

http://www.flickr.com/photos/robson_b_sampaio/sets/72157632068418174/

sábado, 24 de novembro de 2012

Naomi Campbell lança bolsa para caridade


 Fonte: Terra


Naomi Campbell anunciou o lançamento de uma bolsa, cuja renda será doada para a Udayan Care, entidade que ajuda mulheres e crianças na Índia. As informações são do site Female First.
A iniciativa é encabeçada por Waheed Alli, que está levando seu sucesso com a ASOS para a Índia por meio da loja online Koovs. A bolsa reutilizável será vendida a 350 rupias indianas, cerca de R$ 15, mas também será dada a cada compra dos novos produtos da Koovs.
“Estou empolgado em participar desse projeto. Sempre admirei a habilidade que Naomi tem de usar sua posição e estilo para ajudar àqueles que pecisam”, disse Alli. “A bolsa em si é cheia de estilo e o fato de estar arrecadando dinheiro para uma causa tão boa é maravilhoso. É sempre ótimo trazer um produto de qualidade para o mercado, mas, nesse caso, é duplamente satisfatório”, completou.
A top também se pronunciou sobre o assunto. “É maravilhoso colaborar com Waheed. Estou muito grata. Queria dizer também que estou muito empolgada em poder fazer essa grande diferença para as pessoas”, disse Naomi.
A Koovs irá doar 10% das vendas de cada peça da nova coleção.

Transpetro lança Zumbi dos Palmares

 Agência Petrobras

A Transpetro e o Estaleiro Atlântico Sul (EAS) lançaram ao mar, nesta sexta-feira (23/11), o segundo navio do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef) construído na Região Nordeste. O navio foi batizado de Zumbi dos Palmares, em homenagem ao alagoano símbolo da resistência negra contra a escravidão no Brasil.
O petroleiro suezmax Zumbi dos Palmares tem 274 metros de comprimento, 51 metros de altura e capacidade para transportar um milhão de barris de petróleo, o equivalente a quase metade da produção diária nacional. É o segundo de uma série de 10 petroleiros idênticos encomendados ao EAS. O primeiro deles, João Cândido, está em operação desde o dia 25 de maio de 2012.
“O lançamento deste navio é mais uma prova da capacidade do trabalhador brasileiro. É um novo passo para a consolidação de um polo naval no Nordeste, que gera milhares de empregos dignos. Ao invés de exportarmos empregos para trabalhadores de outros países, estamos criando oportunidades aqui”, afirmou o presidente da Transpetro, Sergio Machado.
O lançamento ao mar é o penúltimo marco na construção de um navio, antes da entrega ao armador para operação. Após o lançamento, a embarcação passa pelos acabamentos finais no estaleiro e pela prova de mar, que verifica o seu desempenho em uma viagem de curta distância. O Zumbi dos Palmares tem como madrinha a gerente de gestão de efetivos da Transpetro, Vânia Lúcia Claudina Cardoso. 



 
Zumbi dos Palmares

Zumbi dos Palmares nasceu no estado de Alagoas, em 1655. É considerado um dos grandes líderes da resistência negra à escravidão, na época do Brasil Colonial. Foi líder do Quilombo dos Palmares, em Alagoas, comunidade livre formada por escravos fugitivos de fazendas. Lutou pela liberdade de culto, de religião e pela prática da cultura africana no País. O dia de sua morte, 20 de novembro, é lembrado e comemorado em todo o território nacional como o Dia da Consciência Negra.








 João Candido

Três embarcações do Promef já estão em operação: os navios de produtos Celso Furtado e Sérgio Buarque de Holanda, entregues pelo Estaleiro Mauá (RJ), e o suezmax João Cândido, pelo EAS. Na próxima terça-feira (27/11), será lançado ao mar, pelo Estaleiro Mauá, o navio Anita Garibaldi, primeiro de uma série de quatro petroleiros panamax encomendados pelo Promef ao estaleiro.
Com investimento de R$ 10,8 bilhões na encomenda de 49 embarcações, o Promef garantiu as bases para o ressurgimento da indústria naval brasileira, permitindo a abertura de novos estaleiros e a modernização dos estaleiros existentes. Antes do programa, a indústria naval brasileira passou 14 anos sem entregar petroleiros ao Sistema Petrobras.
O Brasil já tem a quarta maior carteira de encomendas de navios do mundo. O setor, que chegou a ter menos de dois mil trabalhadores na virada do século, emprega hoje mais de 60 mil pessoas.
Perfil Zumbi dos Palmares (1655-1695)





Ficha técnica do navio Zumbi dos Palmares:
Tipo: petroleiro suezmax
Capacidade de transporte: 157 mil de Toneladas de Porte Bruto (TPB)
Comprimento total: 274,2 metros
Largura: 48 metros
Altura: 51,6 metros
Calado: 17 metros (compatível com a passagem pelo Canal de Suez, que liga o Mediterrâneo ao Mar Vermelho)
Pontal (distância entre o fundo e o convés): 23,2 metros
Velocidade: 14,8 nós
Autonomia: 20 mil milhas náuticas
Número de tanques: 14 tanques, sendo 12 de carga e 2 de sobra

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

CRIOLO NO SESC BELENZINHO EM DEZEMBRO


Fonte: Assessoria Sesc

Com mais de 20 anos de carreira, o MC, cantor e compositor Criolo lançou um dos mais comentados e premiados discos de 2011, “Nó na Orelha”, totalmente autoral, o trabalho, produzido por Daniel Ganjaman e Marcelo Cabral, mostra canções permeadas por diversas influências do músico, com referências a artistas plásticos como Hélio Oiticica e Frida Kahlo, e músicos como Mulatu Astatke, Cartola e Sabotage. No palco, Criolo é acompanhado por Daniel Ganjaman (teclados), Marcelo Cabral (baixo), Guilherme Held (guitarra), Maurício Badé (percussão), Thiago França (sax e flauta), DJ Dan Dan (voz) e Sérgio Machado (bateria). Comedoria. Duração: 1h30. Ingressos à venda pela rede INGRESSOSESC a partir de 30/11, às 14h.


Dias 19,20, 21/12  às 21h30
Quarta, Quinta e Sexta
Sesc Belenzinho





  Proibido para menores de 18 anos: venda de bebida alcoólica no local.
R$ 24,00 [inteira]
R$ 12,00 [usuário matriculado no Sesc e dependentes, aposentado, pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante]
R$ 6,00 [trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes]

ILÚ OBA DE MIN - 8ª EDIÇÃO - HERANÇAS AFRICANAS


EMOÇÃO: BERNICE KING E ALUNOS DA ZUMBI DOS PALMARES





Fotos- Miro Ferreira Vera Moreira/ Assessora de Imprensa  



Emoção marca visita da filha de Martin Luther King
aos alunos da Faculdade Zumbi dos Palmares





O Dia da Consciência Negra de 2012 ficará marcado pela visita da filha do líder negro norte americano Martin Luther King à Faculdade Zumbi dos Palmares, em S.Paulo.
Bernice A. King é a presidente do The King Center, a fundação que trabalha em ações dos direitos civis dos afrodescendentes em todo o mundo. Na Faculdade Zumbi dos Palmares foi recebida por centenas de alunos, ovacionada quando lembrou que seu pai – um jovem de apenas 26 anos - enfrentou a política de segregação americana e fez história.

 O reitor da Zumbi dos Palmares, Prof José Vicente, mostrou as dependências da primeira instituição de ensino superior fundada por afrodescentendes. Bernice King era a convidada de honra para encerrar o I Seminário Internacional da População Negra, mas fez questão de conversar com os alunos ao invés de discursar. Queria interagir com aqueles jovens, repletos de sonhos.
Bernice King agradeceu por estar no Brasil, ter recebido o prêmio póstumo ao trabalho de seu pai na defesa dos direitos civis dos negros, enalteceu a liderança do reitor José Vicente oferecendo uma cópia do discurso "I Have a dream”, que no próximo ano completa 50 anos. “Haverá uma celebração global e gostaria que o Brasil faça um evento, convocando os negros para agir. Embora o sonho de seu pai não ter sido completo, minha presença aqui na Faculdade Zumbi dos Palmares significa que ele tenha feito algo para realizar o sonho de todos esses jovens. Significa que estamos no caminho certo”.


 

Bernice King deu ao reitor José Vicente um broche que simboliza a construção do Memorial King (no hall dos heróis em Washington-DC), onde está escrito CONSTRUA O SONHO.
Bernice foi ovacionada e os alunos se sentiram muito honrados em conhecer e receber na Zumbi dos Palmares, a filha de Martin Luther King.
Emocionado, o reitor José Vicente lembrou que há uma década montou uma equipe para trabalhar pela educação, foi buscar ajuda e, nos Estados Unidos, as universidades historicamente negras americanas ajudaram com expertise, hoje são parceiros estratégicos. No Brasil, CNPq e a Defensoria Pública acabam de firmar convênios. “Um dia tivemos um sonho. Muito obrigado ao que seu pai fez por todas as pessoas desse mundo”, disse o Prof. José Vicente à filha de Martin Luther King.



terça-feira, 20 de novembro de 2012

10º TROFÉU RAÇA NEGRA : " I HAVE A DREAM"


Para viver um sonho, é preciso lutar por ele. (Martin Luther King)

Texto: Preta Jóia
Assessoria: Carlos Romero
Fotos: Kate Silva

Aconteceu ontem cerimônia do 10º Troféu Raça Negra, um dos maiores eventos da semana da Consciência Negra no país, com a apresentação Érico Brás (ator), Patrícia Dejesus (modelo e atriz), Robson Caetano (comentarista e ex-atleta), e da jornalista Joyce Ribeiro.





A edição fez uma retrospecitva dos melhores momentos dos eventos dessa década gloriosa , desde o primeiro que aconteceu no Teatro Municipal, a importância que conquistou até  fazer parte do calendário das festividades da cidade de São Paulo, no telão personalidades da música negra que foram tema central de edições anteriores como Cartola, Wilson Simonal, Michael Jackson, Milton Nascimento, Jair Rodrigues (ano passado).







Organizado pela Afrobrás  e  Faculdade Zumbi dos Palmares,  a cerimônia foi uma homenagem póstuma à Martin Luther King, com a participação de sua herdeira, a conferencista Bernice King , que fez um discurso emocionado; recordaram fatos que marcaram positivamente a história do negro no mundo e no Brasil, e como símbolo desse avanço imagens no telão da grande referência negra no Brasil, o Ministro Joaquim Barbosa (ovacionado).






















 Érico Brás comentou que quando convidado para ser um dos mestres de cerimônia, disse que
quebraria o protocolo, só não sabia que seria o único a fazê-lo, Sandra de Sá (careca) entra
no palco com uma taça de champagne, comentando: “Só para brindar com o público, eu não bebo”, arrancando uma gargalhada geral. E Mano Brown com o ar sisudo costumeiro e de conhecimento de todos que ele não tem trava na língua ao agradecer seu prêmio s à matança de jovens negros e ao Governador Geraldo Alckmin lamentando que não estivesse presente para ouvi-lo.  (vídeo abaixo).







Artistas renomados, personalidades dos setores público e privado, estiveram presentes para
acompanhar a cerimônia que trouxe ao palco shows de Ivy Mesquita,  Luiz Melodia, Eloisa Lucinda,  Sandra de Sá, Jair Rodrigues, Thulla Mello, Vanessa Jackson, Rappin Hood,  Bukassa, Rodrigo Teaser  (cover de Michael Jackson  com impressionante e emocionante performance),  Carlinhos Brown junto com a bateria do G.R.C.S. Escola de Samba Vai-Vai, fechando com sambas-enredo contagiando público e todos que estavam no palco.