EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

terça-feira, 7 de maio de 2013

G.R.C.E.S. Filhos do Zaire : comunidade unida em prol da cultura em Ermelino Matarazzo


 Fonte: Rejane Romano - Assessora de Imprensa



  A Associação Filhos do Zaire está empenhada para que o bairro carente de Ermelino Matarazzo volte a ter uma Escola de Samba e iniciativas voltadas para cultura. A fim de evitar que os jovens tenham apenas como opção de entretenimento os bailes funk patrocinados pelo tráfico.




O bairro de Ermelino Matarazzo, na zona leste de São Paulo, possui 200 mil habitantes, sendo que 18,45% desta população vive em favelas. O rendimento médio dos chefes de família é de R$ 815,91, bem abaixo da média da Capital, de R$ 1.325, de acordo com dados do site da prefeitura da cidade de São Paulo.
E apesar do contingente de pessoas Ermelino não tem um único ponto de cultura. Uma das tradições do bairro, desde 1959, a festa do dia 1º de maio, dia do trabalho que era motivo de orgulho para os moradores de Ermelino e chegou a ficar atrás somente das comemorações da Força Sindical, nem sequer chegou a acontecer em 2012.
Com o início da gestão do prefeito Haddad a articulação com o Secretário de Cultura Juca Ferreira tem sido fomentada a fim de que o bairro passe a ter mais atividades culturais.
Mas enquanto estes projetos não se tornam realidade, a Associação Filhos do Zaire tem se empenhado para que o G.R.C.E.S.  Filhos do Zaire volte a brilhar não apenas no bairro, mas também em desfiles no Anhembi.
Além do projeto cultural com a Escola de Samba e consequentemente a bateria, inclusive a formação de uma bateria mirim, a Filhos do Zaire tem projetos que envolvem o esporte e também a preparação dos moradores para o mercado de trabalho.
Sobre a Associação Filhos do Zaire
No formato atual a Associação foi criada em setembro de 2012, mas a formação original com o nome Zaire data dos anos de 1970. Agora são os filhos dos fundadores iniciais que levam o projeto adiante, por isso o nome.
A primeira iniciativa da Filhos do Zaire foi a realização de um Bingo Beneficente que esta ajudando na compra de instrumentos para o início dos ensaios da G.R.C.E.S.  Filhos do Zaire e da formação da bateria mirim e de portadores de deficiência. Além disso, o curso de empregabilidade já terá sua primeira turma de alunos portadores de deficiência.
Colocamos a diretoria da Associação à disposição para entrevistas.
Assessoria de imprensa: Rejane Romano (11) 96732-6764 e Nextel (11) 7702-3766 ID 107*75735, e-mail: rejaneromano@hotmail.com




 
Rejane Romano e Fábio Silveira Luiz com a madrinha da Escola , Leci Brandão 


Nenhum comentário:

Postar um comentário