EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

CIA. SANSACROMA: ESPETÁCULO DE DANÇA NAS RUAS : OUTRAS RUAS , OUTRAS PONTES

Fonte : Lau Francisco (assessoria) / Fotos : Jonatha Cruz


Dança  

" Outras Portas, Outras Pontes", da Cia. Sansacroma torna-se itinerante e promove diálogo cultural entre o Capão Redondo e cinco regiões da cidade de São Paulo.

Circuito acontecerá na Lapa, Cidade Tiradentes, Grajaú, Perus, Heliópolis e no Centro (Edifício Copan) - O objetivo é elucidar ligações ancestrais entre os locais.

No primeiro momento olhar sobre o apartheid "gentil" existente no Brasil, quando negros operários são tratados como sub-cidadãos e os espaços físicos  geram separações. No segundo, a dança e o texto
mostram quando a consciência dessa separação torna-se indignação e é transformada  em materialidade poética, explorando questões como herança cultural e identidade do brasileiro. 

 Este é o espetáculo "OUTRAS PORTAS, OUTRAS PONTES", da Cia. Sansacroma, que volta em 
cartaz, desta vez itinerante. Serão 16 apresentações distribuídas em cinco bairros paulistanos : Lapa, 
Cidade Tiradentes, Grajaú, Perus, Heliópolis, e na região central (Edifício Copan) .
A reestréia está marcada para os dias 28, 29 e 30 de janeiro de 2014 às 20 horas no Tendal da Lapa, com ENTRADA FRANCA.  O espetáculo tem apoio da 15a. Edição do Programa do Fomento à Dança. 
Com direção artística de Gal Martins (Prêmio Denilto Gomes 2013 na Categoria Difusão da Dança ,
concedido pela Cooperativa Paulista de Dança ), com direção coreográfica de Yascara Manzini e trilha sonora composta pelo multi-instrumentista Cláudio Miranda, da Banda Poesia Samba Soul e os 
músicos Zinho Trindade e MC Gaspar.
"Outras Portas, Outras Pontes" abarca dois momentos : uma caminhada cênica no Tendal da Lapa, com término nas dependências do Tendal.
"A ideia é que seja uma singela homenagem crítica do Capão Redondo ao bairro da Lapa, onde essas realidades se cruzam em suas especificidades, como suas ancestralidades se completam ", explica Gal Martins.
A Lapa para nós é uma cidade a parte da Cidade de São Paulo, assim como o Edifício Copan que também foi escolhido para essa circulação, a Lapa tem uma característica provinciana , que muito nos chama atenção. 

"A escolha se deu por esse princípio : tradicionalismo, identidade e diversidade cultural marcante. 
Acreditamos que o diálogo entre as características das ancestralidade apresentada no espetáculo, 
propocionará diálogo e uma mistura interessante que nos leva para um lugar especial , poético eu diria", completa a diretora.
 


Nenhum comentário:

Postar um comentário