EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Eterno Michael, Um Tributo ao Rei do Pop - SÓ AMANHÃ


Fonte: TEATRO APCD / Foto divulgação


Descrição

Christian Joseph traz para o palco do Teatro APCD, em São Paulo, um maravilhoso e emocionante tributo a Michael Jackson, o Rei do Pop. Em única apresentação, a vida e obra de um dos maiores artistas do mundo. Venha se emocionar e relembrar a magia de sua música e dança. Realização M&A Prod. Artísticas e Eventos.
Ocultar 

Informações do espetáculo:

  • Duração: 100 min.
  • Horário(s) espetáculo: 21:30h
  • Idioma: Português, Inglês
  • Formato: Tributo
  • Tipo de Público: Para todas as idades
  • Serviços: Adaptado para deficientes físicos
  • Artista: Christian Joseph

Forma de pagamento:

Pagamento on-line

Retirada dos ingressos:

No mesmo dia do show.

Como chegar:

Estação de Metrô Portuguesa-Tiête - Linha 2 Azul

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

SEMANA GLOBAL DA CUFA - NEW YORK 2015 - DE 13 A 18 DE SETEMBRO - CONFIRA A PROGRAMAÇÃO




sexta-feira, 21 de agosto de 2015

Projeto “Ocupação Preta” discute intolerância religiosa com shows no Centro Cultural da Penha

Fonte: Lau Francisco 
Fotos:   Nrishi Mahe / Roberto Assem 

Projeto “Ocupação Preta” discute intolerância religiosa com roda de conversa, show do Ilú Oba De Min e espetáculo musical sobre os Orixás

Invasão de templos religiosos, destruição de imagens, xingamentos, agressões. A intolerância religiosa cumpre sua escalada de violência em diversos pontos do país. Segundo a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, a cada três dias em média, uma nova denúncia é realizada. O projeto “Ocupação Preta” levanta esta discussão com gente que realmente entende do assunto no próximo dia 29 de agosto de 2015, a partir das 15h00, no Centro Cultural da Penha (Largo do Rosário, 20, zona Leste de São Paulo). A programação da Ocupação Preta tem ENTRADA FRANCA. Nesta edição show com o grupo Ilu Oba de Min, espetáculo musical e de dança com o grupo teatral Ewé,lançamento do Disco "Black General" do Lillo de La Zikas, e claro, a tradicional roda de conversa, com o tema “Intolerância religiosa”.  O projeto tem o objetivo de problematizar as relações raciais no Brasil, realizar um trabalho de territorialização e apropriação dos espaços públicos com cunho étnico-racial por intermédio de uma programação mensal.

PROGRAMAÇÃO OCUPAÇÃO PRETA

15h - Espetáculo de Dança "Ilé Ti Örun" (Casa do Céu)

É um espetáculo musical cuja construção cênica e coreográfica baseia-se nas qualidades dos orixás e seus arquétipos. Baseado no livro ‘Mitologia dos Orixás’, de Reginaldo Prandi (sociólogo e escritor), são representados vários momentos das estórias dos Orixás, ultrapassando a relação da movimentação de suas danças e permeando essas estórias. A encenação traz os orixás Exú, Ogum, Odé, Oyá, Yemanjá entre outros.

17h - Roda de Conversa "Intolerância Religiosa"

Cintia Sampaio: Kota do Abassa Oxum Oxossi, Sambasile (nome tradicional) é integrante do KOFILABA, coletivo que realiza ações pela preservação e continuidade da Tradição de Matriz Africana e Cultura Negra no Brasil. Radialista, Documentarista e Pesquisadora, atua em projetos sociais e culturais, onde desenvolve ações de valorização da Ancestralidade Africana e Afrobrasileira, e de combate ao racismo.

José Morelli: Cursou filosofia e teologia em seminário católico. Foi professor de Latim e Filosofia Social por três anos. Formado em Psicologia desde o início da década de 80, vem atuando profissionalmente na área como psicólogo clínico. Desde 2002, participa da Comissão da Festa do Rosário da Penha, evento que resgata a importância do patrimônio em que se constitui a Igreja dos Homens Pretos, bem como a presença histórica dos afros descendentes, no bairro e na cidade de São Paulo.

Makota Umbambure: Nasceu e cresceu dentro do Abassa Dandalunda da nação de Angola Tombenci na região da Penha, religião candomblé, confirmada como Makota, mais conhecida como Makota Umbambure. É bacharelada em biblioteconomia e atualmente faz parte do grupo de bibliotecarias da Faculdade de Ciência Médicas da Santa Casa de São Paulo. Tem experiência e vivência com a intolerância religiosa e é conhecida por ser uma pessoa de opinião forte e por não aceitar injustiças dentro da religião.

Luiz Anastácio: É diretor do Grupo Ewé - grupo de aprendizado da cultura afro-brasileira para fins artísticos, que conta com estudos de danças, músicas, literatura e costumes brasileiros com influência africana - e idealizador do ÀWÁRÍ - Seminário de Cultura Popular de Matrizes Africanas. Artista, bailarino e professor titular da cadeira de danças brasileiras da ETEC de Artes, formado em dança, prossegue seus estudos na área de sociologia onde desenvolve sua dissertação de mestrado sobre danças dos orixás na Universidade de São Paulo.



18h30 - Penharol: Lançamento do Disco "Black General" do Lillo de La Zikas.

Compositor, cantor e interprete, nasceu na Coab II, zona leste de São Paulo. Filho de pais cristãos, era proibido de tocar músicas que não fossem da igreja, aos 5 anos de idade, saía escondido de casa para tocar caixa na quadra da Leandro de Itaquera. Ao longo da adolescência, participou de quatro formações de grupos de samba. Aos 16 anos, formou sua primeira banda de reggae “JáhGas” e, logo depois, se tornou vocalista de uma das melhores bandas de reggae da época, “Mistica Natural”.Foi um dos fundadores do Projeto “Dub in Session”, passou por diversas bandas como Kascoskaus, Amarelofolha e Xámaica. Em fevereiro de 2012 começou a gravação do seu primeiro CD solo.

20h - Show com o Grupo Cultural "Ilu Oba de Min"






Bloco Afro Ilú Oba De Min é um bloco composto exclusivamente por mulheres e desde 2005 sai às ruas de São Paulo celebrando a cultura afro-brasileira e destacando a participação das mulheres no mundo. Rainha Nzinga, Leci Brandão (que é madrinha do bloco) e Raquel Trindade foram algumas das homenageadas nos anos anteriores. É uma grande intervenção cultural que promove a cultura popular e a participação ativa da mulher na sociedade através da arte. Traz também para região urbana a dança e os cantos dos terreiros do Candomblé e de diversas manifestações da cultura negra, como o maracatu, batuque, coco, jongo, entre outras.

OCUPAÇÃO PRETA
Quando: dia 29 de Agosto de 2015, a partir das 15h00
Onde: Centro Cultural da Penha (Largo do Rosário, 20, zona Leste de São Paulo). Quanto: ENTRADA FRANCA. Informações: 11 - 2295-0401




quarta-feira, 19 de agosto de 2015

2º Seminário Regional “Direitos da Criança e do Adolescente e a Promoção da Igualdade Racial” Recife/PE






Fonte: Carlos Romero


Data: 20 de agosto de 2015 Local: Fórum Desembargador Rodolfo Aureliano (conhecido também como Fórum de Joana Bezerra)
Endereço: Av.Desembargador Guerra Barreto, s/nº - Ilha Joana Bezerra, Recife/PE
Horário: 8h as 13h
Público: Profissionais do Sistema de Direitos da Criança e Adolescente
Site: www.ceert.org.br/crianca-adolescente

PROGRAMAÇÃO 

8h00–9h00 – Recepção dos participantes 

9h00–10h30 – Mesa Solene de Abertura 

Dr. Clênio Valença Avelino de Andrade – Subprocurador Geral de Justiça do Ministério Público de Pernambuco (MPPE)
Dr. Hédio Silva Jr - Coordenador do Projeto – Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (CEERT)
Sra. Márcia Chagas - Gestora de Projetos da Petrobras
Dr. Altino Mulungu – Comissão de Defesa da Igualdade Racial e Proteção aos Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais (CDIR - OAB/PE)
Sra. Catarina Silva - Representante da Sociedade Civil do CONANDA
Sra. Josiane Gomes Soares - Conselho Federal de Psicologia (CPF)
Sra. Paula Fonsêca - Conselho Regional de Psicologia – (CRP 2ª região/PE)
Sr. Geraldo Nóbrega – Fórum Colegiado Nacional dos Conselheiros Tutelares (FCNCT – PE)
Sr. Mallon Aragão - vice-presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA/PE)
Sr. José Rufino da Silva - presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente do Recife (COMDICA/PE)
Sra. Irismar Santana - Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) Representante da Fundação Joaquim Nabuco - FUNDAJ

Representante do Observatório Negro de Pernambuco 

10h30 – 11h30 

Mesa Temática I – “Discriminação racial: sinônimo de maus-tratos – ECA” 

Objetivo: Discutir sobre a normativa jurídica da qual a criança deve ser protegida de toda e qualquer forma de discriminação, do que decorre o compromisso de enfrentamento da discriminação e promoção da igualdade racial.

Dra. Maria Bernadete Figueiroa – Procuradora de Justiça; Coordenadora do GT Racismo do Ministério Público de Pernambuco
Dr. Hédio Silva Jr. – Advogado, Mestre em Direito Processual Penal e Doutor em Direito Constitucional pela PUC-SP, Coordenador do Projeto – Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades – CEERT

Plenária 

11h30 – 12h30 

Mesa Temática II – “Propostas para abordagem e inclusão da discriminação racial nas notificações de maus-tratos”

Objetivo: Contribuir para o fortalecimento da atuação dos conselheiros tutelares e demais atores do sistema de garantia de direitos de crianças e adolescentes em suas práticas de atendimentos que envolvam crianças negras.

Dr. Daniel Teixeira – Advogado, Coordenador de Projetos – Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades – CEERT
Psic. Shirley Santos – Psicóloga, gestora de projetos do Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades – CEERT
Sra. Paula Fonsêca – Psicóloga, GT PsiER do Conselho Regional de Psicologia – CRP 2ª região/PE

Plenária 

Encerramento