EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Ativista Malaak ShabazzFilha do líder negro Malcolm X participa de encontro em SP que vai discutir situação da juventude negra e violência racial na atualidade


Fonte : Cláudia Alexandre / Carlos Romero / Camila Gonçalvez


São Paulo - Discutir a situação preocupante que atinge boa parcela da população jovem e negra brasileira, que tem os homicídios como a principal causa de morte, especialmente de pessoas na faixa de 15 a 29 anos, do sexo masculino, moradores de periferias e áreas metropolitanas dos centros urbanos. Este é um dos motivos que trará pela primeira vez ao Brasil a ativista Malaak Shabazz, filha do lendário líder negro Malcolm X (1925-1965), que ficou famoso nos anos 50/60 por lutar contra o regime racista dos Estados Unidos.Malaak, especialista em direitos humanos internacionais, atua na ONU há 29 anos e vai falar para um público que lhe interessa muito: jovens de países que ainda sofrem as consequências do racismo e da discriminação racial. O rapper Dexter também participará do encontro. O Seminário Juventude Negra acontece nesta quinta-feira, às 14 horas, noauditório da Galeria Olido (Avenida São João, 473), no Centro. O evento é promovido pela Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial de São Paulo, como parte da Semana da Consciência Negra, que tem como tema “Consciência Negra e Inclusão – Rumo ao Centenário do Samba”.
O seminário pretende integrar os agentes sociais, formadores de opinião e especialistas entorno de indicadores que colocam a população jovem em situação de exclusão em áreas como educação, saúde e emprego, mas o enfrentamento da violência ganhará maior destaque. De acordo com dados do Mapa da Violência 2014: Os Jovens do Brasil, em 2012, dos 56.337 mortos por homicídios, no Brasil, 53,37% eram jovens. Destes, 77% eram negros (assim considerados a soma de pretos e pardos) e 93,3% eram homens. De 2002 a 2012, o número de homicídios de jovens brancos caiu 32,3%, e de jovens negros aumentou 32,4%.
A programação da Semana da Consciência Negra termina dia 24 de novembro e até lá estão previstos shows, debates, feira de artes, artesanato e performances de grupos culturais no Largo do Paissandu. Dia 20 de novembro, a partir das 11h30, no Vale do Anhangabaú haverá grande show com artistas como Izzy Gordon, Banda Black Rio, Chico César, Nereu Mocotó, Tereza Gama, Leci Brandão, Jorge Aragão, Arlindo Cruz, Alcione e Escola de Samba Vai-Vai.
Sobre Malaak Shabazz
Malaak Shabazz é a filha mais nova dos ativistas de direitos humanos globais Dra. Betty Shabazz e El Haji Malik Shabazz (Malcolm X), e atua na comunidade de ONGs da Organização das Nações Unidas (ONU) há 29 anos. 
Ela é especialista em questões de direitos humanos internacionais, como "Descolonização e a eliminação do racismo e discriminação, com ênfase na situação de meninas", e "Erradicação da violência contra mulheres em conflitos armados e catástrofes climáticas". Além disso, está envolvida com a fundação Worldwide Orphans (WOO), que monitora as condições de crianças órfãs em desastres. E, por meio de seu trabalho com a organização britânica Human Appeal, mobiliza conscientização internacional e ajuda humanitária para os refugiados do Oriente Médio. 
Shabazz foi convidada para participar da 16a Sessão do Grupo de Trabalho de Especialistas sobre Povos Afrodescendentes, em Genebra. Ela também recebeu certificado de presença e participação no XIX Congresso Internacional de Arte Rupestre IFRAO 2015, realizado em Cáceres, na Espanha. 
Foi presidente da Subcomissão de Direitos Humanos da ONU para a Eliminação do Racismo e Discriminação. Malaak Shabazz é palestrante internacional e uma das dirigentes do Memorial e Centro Educacional Malcolm X e Dra. Betty Shabazz, o theshabazzcenter.net, em Nova Iorque. 

Sobre a SMPIR
A Secretaria Municipal de Promoção da Igualdade Racial tem a finalidade de formular, coordenar e articular políticas e diretrizes para a promoção da igualdade racial e avaliação das políticas públicas de ação afirmativa, com ênfase na população negra. A política de ação afirmativa é o instrumento por meio do qual se busca a promoção dos direitos dos indivíduos e grupos étnico-raciais que sofreram injustiças históricas e, ainda hoje, sofrem com desigualdades sociais motivadas pela discriminação racial e demais formas de intolerância.

Serviço
Seminário Juventude Negra
Data: 19 de novembro, às 14h
Local: Galeria Olido – Avenida São João, 473 - Centro
 Mais informações:
11. 4571-0961 / 11 99107-9758
Credenciamento e Atendimento à Imprensa
Carlos Romero        – (11) 96308-2662
Camila Gonçalves   – (11) 97326-9170 –centraldecomunicacao@gmail.com
Claudia Alexandre   – (11) 97061-5995
Patrícia Magalhães  – (11) 97616-4906

Nenhum comentário:

Postar um comentário