EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

ALUNOS DA ZUMBI E A MISSÃO OBAMA





Fonte: Carlos Romero / RC10 Comunicação e Produção



Alunos da Faculdade Zumbi dos Palmares, única instituição de ensino superior da América Latina com foco na inclusão do negro, e a mantenedora, a Afrobras – Sociedade Afrobrasileira de Desenvolvimento Sócio Cultural, se empenham na missão de trazer Obama a São Paulo e ao campus da Faculdade.
Para a “Operação Obama” vale tudo. Folder, banners, programas de televisão e até uma revista especial com depoimentos de grandes nomes da política e empresários, entre outros, são os artifícios utilizados a fim de atrair a atenção daquele que é fonte de inspiração para muitos.
A Faculdade Zumbi dos Palmares a exemplo de várias universidades americanas é fruto de uma Ação Afirmativa que busca através da educação a igualdade de oportunidades para negros e brancos.
Sob o mote: “sem educação não há liberdade”, a Zumbi formou em 2010 a quarta turma do curso de Administração e a primeira classe de concluintes do curso de Tecnologia em Transportes Terrestre. Além disso, a Faculdade possui os curso de Direito, Pedagogia e Publicidade e Propaganda.
A vinda de Obama ao Brasil em março deste ano mais uma vez mexeu com os sentimentos e as emoções dos alunos da Zumbi. Saber da proximidade com o ídolo, aquele que serve como exemplo a ser seguido, faz com que os alunos ambicionem ter Obama lado-a-lado.
Desde a eleição daquele que viria a ser o primeiro presidente negro dos Estados Unidos a Faculdade Zumbi dos Palmares assumiu uma postura de apoio incondicional. A Afrobras desde sempre apóia estas iniciativas e neste momento articula com o governo do Estado de São Pauloe a Embaixada Americana em tornar este desejo realidade.
A frase “yes, we can” (sim, nós podemos) tornou-se símbolo de um ideal de igualdade, reavivando o sonho de muitos que se foram sem presenciar este momento, mas que fincaram as bases para que um dia fosse possível uma eleição desta forma ocorrer.
A Zumbi contribui desde 2004 para que se os pais de alguns de seus alunos só adentraram em grandes empresas pela porta dos fundos, agora, devido a tantos esforços, é a vez dos filhos entrarem não só pela porta da frente, mas em pé de igualdade para construir uma carreira. Prova disto é o Programa Especial de Estágios que já contribui para que 80% dos alunos conquistassem vagas no mercado de trabalho.
Pela semelhança de seus ideais, a faculdade e os alunos apóiam Barack Obama desde o início de sua candidatura, e acreditam que “sim, ele podem” ter Obama na Zumbi.
“Ver Obama eleito como presidente da maior potência mundial nos deu motivação para acreditar que também podemos nos tornar líderes no Brasil”, diz o aluno Caio Moura.
“Obama abriu as portas e mostrou que há espaço no poder para nossa raça, não só nos Estados Unidos, mas no mundo!”, ressalta a aluna Talita Domingos.
“Admiro Obama porque não toma decisões para agradar este ou aquele, mas sim busca resolver as prioridades do seu país”, acrescenta a aluna Ana Gomes.
“Mesmo Obama estando lá na Casa Branca ele abriu portas para nós negros aqui no Brasil. Ele mostra que podemos chegar aonde almejamos. Podemos chegar ao topo”, acredita a aluna Adeta Dandara.
Muitos são os depoimentos confiantes dos alunos que se orgulham de fazer parte de uma instituição reconhecida internacionalmente. Escolhida pela Emabixada Americana em São Paulo, em março de 2010, para receber a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, em seu único compromisso não oficial no país.

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

FINAL DE SEMANA COM TOM ZÉ NO SESC VILA MARIANA








O compositor baiano, que mistura técnicas de composição acadêmicas com a música popular. Apresenta repertório do box 'Estudos sobre Tom Zé - To te explicando pra te confundir', reunião dos três álbuns da série 'Estudando' que vai do clássico 'Estudando o Samba' (1975) até os mais recentes 'Estudando a Bossa' (2005) e 'Estudando o Pagode' (2008). Acompanhado pela banda composta por Lauro Léllis, Jarbas Mariz, Renatinho Léllis, Felipe Alves e as filhas de Mnêmosis, Luanda e Cristina Carneiro.

Dias 25, 26 e 27, sexta e sábado, às 21h, domingo, às 18h


Para retirar um par de convites cortesia, apresente-se nas bilheterias do SESC Vila Mariana e
informe o endereço eletrônico no qual você recebeu esse convite e- mail
e retire um par de ingressos para qualquer dia da apresentação.
Troca válida para os 10 primeiros.



Teatro
SESC VILA MARIANA
Rua Pelotas, 141 - Fone: 11 5080-3000
De terça a sexta, das 9h às 21h30;
sábado, domingo e feriado, das 10h às 18h30

email@vilamariana.sescsp.org.br
Visite: http://www.sescsp.org.br
0800 118220

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

MOCIDADE ALEGRE TRAZ UM MUNDO DE ILUSÕES PARA O CARNAVAL







Fonte: Uol Noticias





Com 26 alas e 3.500 componentes, a Mocidade vai usar até um mágico em um de seus carros para levar ao público os mais variados tipos de ilusão que emocionam e intrigam o cérebro humano. “A ideia é de que todos que entreguem suas mentes consiguem entrar em um mundo de ilusões”, afirma o carnavalesco Sidnei França. Emerson Ramires e Adriana Gomes, que formam o primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da escola, devem representar justamente “a fantasia da fábrica de ideias”, afirma França.











“Toda a arte é uma maneira de iludir”, afirma Sidnei França. Para isso, a Mocidade guarda uma surpresa para o carnaval deste ano. O quarto carro alegórico da escola será um grande cinema 3D. “Não há como fugir disso hoje em dia. Esse tipo de entretenimento está em alta”, diz França. Ele não quis revelar se a Mocidade irá ou não distribuir óculos 3D para quem estiver no Anhembi. No entanto, ele não descarta essa possibilidade.
O último carro da escola deve falar do próprio carnaval. “É a festa que propicia a ilusão como realidade por 65 minutos”, afirma o carnavalesco, que faz uma homenagem aos amigos que vivem de carnaval. Marcos Rezende, conhecido como mestre Sombra, comanda os 250 ritmistas da mocidade. O samba-enredo, que no refrão fala “Fantástico é iludir você”, será puxado Clóvis Pê. A rainha da bateria Marília Silva.

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

O SESC VILA MARIANA APRESENTA D. IVONE LARA




A cantora, compositora e sambista carioca lança o CD 'Nas escritas da vida' e o CD e DVD 'Canto de rainha', este último como parte das comemorações dos 63 anos de carreira dedicada ao samba tradicional. Dona Ivone foi a primeira mulher a compor samba-enredo e é autora de músicas como 'Sonho meu', em parceria com Delcio Carvalho, 'Alguém me avisou' e 'Enredo do meu samba', parceria com Jorge Aragão.


Dias 18, 19 e 20, sexta e sábado, às 21h e domingo, às 18h


Para retirar um par de convites cortesia, apresente-se nas bilheterias do SESC Vila Mariana e
informe o endereço eletrônico no qual você recebeu esse convite e- mail
e retire um par de ingressos para qualquer dia da apresentação.
Troca válida para os 10 primeiros.



Teatro
SESC VILA MARIANA
Rua Pelotas, 141 - Fone: 11 5080-3000
De terça a sexta, das 9h às 21h30;
sábado, domingo e feriado, das 10h às 18h30

email@vilamariana.sescsp.org.br
Visite: http://www.sescsp.org.br
0800 118220

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Prefeitura promove inserção social de jovens com projeto de Igualdade Racial





Na última quarta-feira, dia 9, o Adamastor Centro foi palco de uma apresentação de hip-hop do projeto “É Tudo Nosso: Garantindo Direitos Promovendo Talentos”, idealizado pela Coordenadoria da Igualdade Racial (CIR) em parceria com o Governo Federal através da SEPPIR (Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial) e o Ministério da Justiça, por meio do Pronasci (Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania). No município, o projeto conta com o apoio das secretarias de Assistência Social e Cidadania e do Trabalho, além do Senac e da Asbrad (Associação Brasileira de Defesa da Mulher, da Infância e da Juventude), por meio do Projeto Gaia.

O objetivo do projeto é promover a inserção social de adolescentes e jovens negros em cumprimento de medida socioeducativa, além daqueles que vivem em situação de vulnerabilidade social. Tudo isso através de ações que contribuam para a redução da violência, e que assegurem os direitos fundamentais como educação, saúde, cultura e profissionalização.


Na oportunidade, os jovens puderam participar de atividades da cultura hip-hop, que contou com a participação de um dos mais consagrados artistas do cenário nacional, Fernandinho Beat Box, além de oficineiros de grafitti, DJ, MC e break. Cerca de 60 jovens acompanharam a atividade que é muito presente nas comunidades periféricas.


A etapa de formação do projeto será realizada no bairro dos Pimentas a partir do mês de março. Os interessados podem obter mais informações sobre o projeto na sede da CIR (rua Luiz Turri, 75 - Jardim Zaira) ou pelo telefone 2408-5597.

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

LANÇAMENTO DO CARTUNISTA MAURICIO PESTANA





Fonte : Carlos Romero



O lançamento acontecerá no dia 21 de fevereiro a partir das 19hs no
Museu da Língua Portuguesa, para imprensa e convidados.

A coletânea de luxo traduzida em Inglês e Espanhol em 3 volumes traz os melhores trabalhos do publicitário e cartunista, Maurício Pestana que tem várias de suas obras desenvolvidas no Brasil e em outros países.

Com trabalhos publicados no Brasil e no exterior a arte de Pestana tem se caracterizado pelo compromisso pela igualdade e direitos humanos, feito que lhe proporcionou diversos prêmios.

Natural de Santo André-SP, o cartunista iniciou seus estudos artísticos na escola de Poliarte de São Paulo, no final dos anos 70. Inicia o trabalho como cartunista no jornal “O PASQUIM”, período este que pode conviver com o irreverente cartunista Henfil, começando assim a direcionar sua arte de forma pioneira e inédita na denuncia das diferenças raciais no país, trabalho esse que em pouco tempo ganhou projeção internacional.

A coletânea composta por três livros de capa dura traz o que de melhor o artista produziu nos últimos “30 anos” em dezenas publicações de instituições de direitos humanos e de combate ao racismo no Brasil e no exterior.

“Os traços de personalidade forte e a coragem para tratar da questão racial são suas marcas. Seus cartuns são denúncias do racismo e uma crítica social que revelam um olhar atento e confirmam seu compromisso com a mudança de paradigmas da nossa sociedade” escreve Elói Ferreira de Araújo, ex-ministro da Seppir, Secretaria de Promoção da Igualdade Racial, Ministério responsável pela publicação da obra.

Além dos trabalhos do cartunista, a obra apresenta vários textos de personalidades como Ivete Sacramento reitora da Universidade de Bahia, do jornalista e coordenador da Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial – Cojira, Flávio Carrança; de João Jorge, presidente do Olodum que ressaltam da importância da obra do autor para a denuncia e o avanço da igualdade racial no país.

O artista que hoje divide seu tempo entre dirigir seu estúdio em São Paulo e a presidência do conselho editorial da revista Raça Brasil, a mais importante publicação para o público afro-brasileiro.

Serviço: Lançamento coletânea
“ Pestana – 30 anos de Arte pela Igualdade”
Data: 21 de fevereiro de 2011
Hora: 19h
Local: Museu da Língua Portuguesa- Estação da Luz.









ENCONTRO DAS ÁGUAS