EM DIA:

BEM VINDA(O) E FIQUE POR DENTRO DE TUDO QUE ROLA COM A CULTURA , ARTE E O ARTISTA NEGRO AQUI NESSE BLOG"

segunda-feira, 21 de março de 2011

Anelis Assumpção no Sesc Vila Mariana



Com a sagacidade de quem canta na fluência das melhores conversas de botequim, a filha de Itamar Assumpção encontra o ponto certo do molho na mistura de uma descompromissada poesia com um balanço refogado na fervura do samba, do reggae, do hip hop e da chamada vanguarda paulistana. Neste show, Anelis interpreta canções do repertório do Mestre Moreira da Silva e o universo do malandro vivido por ele. O samba-de-breque de Moreira ganha novos ares com Anelis Assumpção e sua banda.

Dia 22, terça, às 20h30 no Sesc Vila Mariana



Auditório
R$ 12,00 (inteira); R$ 6,00 (usuário inscrito no SESC e dependentes, +60 anos, estudantes e professores da rede pública); R$ 3,00 (comerciários e trabalhadores em empresas do comércio de bens, serviços e turismo).

sexta-feira, 18 de março de 2011

Governador de São Paulo prestigia a Faculdade Zumbi dos Palmares em Aula Magna




Fonte: Carlos Romero (Assessor de Imprensa da Zumbi dos Palmares)


Apenas dois dias após a estada da família Obama no Brasil, em pleno Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial, a Faculdade Zumbi dos Palmares celebra o aniversário do Instituto Afrobrasileiro de Ensino Superior, mantenedor da faculdade, mostrando a todos que assim como o exemplo de Obama, sim nós podemos ir além. Desta forma a instituição brinda a comunidade negra com parcerias focadas na educação como forma de minimizar a disparidade de oportunidades entre negros e brancos.

Várias ações estão sendo preparadas para este dia de relevância mundial. Um dos pontos altos será a Aula Magna, que oficializa o início do semestre letivo de 2011, a ser proferida pelo governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, no Memorial da América Latina.

Empresários e personalidades estarão presentes para participar e testemunhar a assinatura de parcerias e convênios a fim de contribuir para inserção de jovens negros no mercado de trabalho.

Empresas como o hipermercado Carrefour serão umas das quais irão firmar parcerias no dia. Haverá também a disponibilidade de vagas para alunos da Zumbi dentro do Programa Especial de Estágios que já garantiu a colocação de 80% dos alunos participantes do projeto.

Nesta data de reflexão quanto ao Massacre de Shaperville, que motivou a data, a Zumbi se mobiliza para mostrar à população brasileira que o sonho pode e deve se tornar realidade.

Sobre a data:

O dia 21 de março foi escolhido pela Organização das Nações Unidas (ONU) para as comemorações do Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial por causa do Massacre de Shaperville, em Joanesburgo, na África do Sul, em 1960. Autoridades abriram fogo contra o grupo que se manifestava pacificamente.


Os manifestantes protestavam contra a “Lei do Passe”, que transformava os negros em estrangeiros dentro de seu próprio país. Todo negro tinha que obrigatoriamente portar um "passe". O Massacre de Shaperville resultou na morte de 69 pessoas e feriu outras 186.

Sobre a Faculdade Zumbi dos Palmares:

A Faculdade Zumbi dos Palmares em sete anos de existência tem contribuído constantemente com a inserção de jovens negros no mercado de trabalho, devido ao programa de estágios que mantém com as maiores empresas no Brasil como as principais instituições financeiras como os bancos Bradesco, Citibank, Itaú e Santander, e empresas como a Mercedes Benz, a Ford e a Nestlé, entre outras.

Em 2010 a instituição formou a quarta turma do curso de Administração. Soma quase 600 formados, desses, 80% já estão integrados ao mercado de trabalho em função da parceria da faculdade com as maiores empresas do país.

Atualmente são 1800 alunos cursando a Zumbi, com novas perspectivas. Reconhecida internacionalmente, a instituição foi escolhida pela Embaixada dos Estados Unidos como palco para receber a secretária de Estado norte americana, Hillary Clinton, em seu único compromisso não oficial, quando a mesma esteve no Brasil, em março de 2010.


Trata-se da primeira faculdade idealizada por negros, tendo como foco a cultura, a produção e a difusão dos valores da cidadania e, em especial, o respeito à diversidade e à equalização de oportunidades sociais. Essas características fazem com que a instituição ofereça, além da grade curricular exigida pelo MEC, disciplinas diferenciadas que aprimorem a formação desse público, preparando um profissional apto para atuar em um mercado que deverá valorizar cada vez mais a diversidade e a formação interdisciplinar.


Serviço:

Aula Magna da Faculdade Zumbi dos Palmares proferida pelo Governador de São Paulo Geraldo Alckmin
Data: 21/03
Horário: 19h
Local: Memorial da América Latina – Próximo a estação Barra Funda do metrô

Contato para imprensa:

RC10 Comunicação e Produção Acesse o meu Blog http://noticais.blogspot.com/
Carlos Romero
Tel: 11- Nextel 7874-4431 ID 84*73043

ÍLÚ OBÁ DE MIM DEBATE: MULHERES NEGRAS E A MÍDIA

Você quer aprender uma língua africana? HAKUNA MATATA

Lázaro Ramos: visita de Obama ajudará negros do Brasil




DA BBC BRASIL
Um dos novos expoentes entre os artistas negros no Brasil, o ator Lázaro Ramos acredita que a visita de Barack Obama e sua família pode ter um forte impacto para a autoestima da população negra brasileira, e diz que o presidente tem um valor simbólico "inestimável" para além de sua política.
"Você não acha que uma criança negra que vê um presidente como o Obama não vai se sentir mais possível? Ver um referencial positivo sempre estimula a gente a querer mais", diz Ramos em entrevista à BBC Brasil.
Morador do Rio, o ator baiano pretende ir assistir ao discurso de Obama na Cinelândia no domingo e, se possível, levar sua câmera para filmar Obama mais uma vez. Ele fez questão de comparecer à posse em Washington em 2009, e as emoções que captou com sua câmera no Capitólio e ao seu redor viraram o minidocumentário "O dia da posse de Obama".
"Acho que retratei o que foi histórico naquele momento, que eram as pessoas de várias etnias e classes sociais se sentindo representadas por aquele cara, num dia em que a esperança era quase possível de tocar", diz Ramos.
O ator diz que sua admiração não diminuiu com o governo de Obama, e ressalta estar interessado mais no que o presidente e sua família simbolizam do que em sua política.
Atual galã da novela das oito da Rede Globo, "Insensato Coração", Ramos é casado com a atriz Taís Araújo e está prestes a ser pai. Diz que a família de Obama é um exemplo para ele.
"Eu gostaria de ser aquela família, sabe? Para nós, que somos de um país com população de maioria negra, é muito importante receber essa família."
Leia aqui os principais trechos da entrevista.
Lázaro, você vai ver o discurso do Obama no domingo?
Estou me programando para ir. Quero ver o que ele vai falar no Brasil. Obama é simbólico e é importantíssimo estar atento aos seus atos. Inclusive vou levar um DVD do documentário para ver se eu consigo entregar a ele.
O que você acha que a visita do Obama representa para o Brasil?
Politicamente, acho que é a visita de mais um líder mundial. Sempre é saudável ver a interação do nosso país com outros líderes. Mas, simbolicamente, acho que tem o mesmo efeito que teve em sua eleição. No momento da campanha dele, a gente se identificava muito com ele aqui no Brasil.
O Obama tem um valor inestimável simbolicamente, e por isso acho tão importante eu ter tido a oportunidade de estar lá no dia da posse. Não só por ele ser negro, mas pelas coisas que ele fala, pelas atitudes que ele tomou como senador, pela família que ele constituiu.
Simbolicamente, sua trajetória teve um efeito incalculável em mim e em várias pessoas que conheço. Ainda mais em uma nação como os Estados Unidos, que passou oito anos sob o comando de Bush, um dos presidentes mais equivocados que a história do mundo já produziu. De repente passar de Bush para o Obama foi uma mensagem para o mundo da população americana, que resolveu tomar outra direção.
Você acha que o fato de ele ser o primeiro presidente negro dos Estados Unidos vai ter um impacto forte para a população negra brasileira?
Ah, claro que sim. Acho que isso afeta a nossa autoestima de uma maneira incalculável. Você não acha que uma criança negra que vê um presidente como o Obama não vai se sentir mais possível? Ver um referencial positivo sempre estimula a gente a querer mais, a se sentir mais possível. Eu falo de criança porque geralmente é onde referências são importantes, mas para mim ele também é uma superreferência.
Quando o Obama foi eleito, o clima era de esperança em grandes mudanças. Mas hoje muitos se dizem decepcionados com sua política e com as promessas que ainda não se concretizaram. Você é um deles?
Eu me apego ao Obama como valor simbólico. Na relação política, acho que ele é um político como qualquer outro. Pegou um país em crise e está passando por dificuldades por que qualquer líder passaria, pegando um país como os Estados Unidos quebrado como estava.
Mas nem me apego tanto a isso porque ele é presidente dos americanos, não é? Meu presidente foi Lula e agora é Dilma. Eu fico acompanhando mais a Dilma. Mas fico sempre na torcida para que o governo de Obama dê certo, porque esse cara é muito importante para a história mundial.
Então você não tem um olhar crítico sobre a sua política?
Politicamente, os interesses são do povo americano, do partido democrático, e aí são outros quinhentos. Quando me perguntam sobre o Obama, sempre faço questão de ressaltar esse lado simbólico dele. Acho que isso é o que mais nos afeta.
E quando falo desse lado simbólico do Obama, falo também da família dele. Não consigo excluir a Michelle e as filhas como um referencial. Eu gostaria de ser aquela família, sabe? Para nós que somos de um país com população de maioria negra, é muito importante receber essa família. Um cara que cuida tão bem da sua família, uma mulher que está ali parceira de seu marido, e também com um discurso bacana, com projetos interessantes. Isso me toca como brasileiro.
O que te levou a ir filmar a posse de Obama?
Acho que era óbvio que eu tinha que ir, porque foi uma data que teve o tamanho do discurso do Martin Luther King, do dia das Diretas Já. Eu estava estudando inglês e cinema em Nova York, tão próximo. Entrei num trem e comecei a filmar. E foi muito interessante, porque acabei tendo um enfoque que poucas pessoas tiveram. Depois procurei no YouTube e vi que ninguém tinha feito a mesma coisa.
Como eu não consegui acesso oficial para filmar o discurso, resolvi filmar a minha situação de cidadão comum, saindo de Nova York até Washington. Foi ótimo, porque filmei as pessoas no vagão comigo, saindo na estação do trem, a emoção das pessoas. Entrevistei gente que veio de vários locais diferentes. Acho que eu retratei o que é histórico naquele momento, que eram as pessoas de várias etnias e classes sociais se sentindo representadas por aquele cara, num dia em que a esperança era quase possível de tocar.
Esse é o momento que fica da posse do Obama. O que vem depois é a trajetória de todo político, com altos e baixos e buscando defender os interesses da sua nação.
Você pretende filmar o discurso na Cinelândia no domingo?
Se deixarem, né? Não sei como vai ser o esquema lá. Vou pedir autorização, mas não sei se vou conseguir.
Em breve você também vai ser pai. Pensando no futuro de seu filho, o que você espera que mude no Brasil em relação à diversidade racial?
Espero que a gente consiga valorizar o nosso maior patrimônio, que é a diversidade. Temos tido melhoras no nosso país, mas ainda está longe do ideal. Ainda não entendemos que a diversidade é um valor e que podemos conviver com ela de maneira saudável, um respeitando o outro e garantindo direitos iguais para todos. Isso que eu espero, mas não só para o meu filho, não. Se estiver bom para todo mundo vai estar bom para ele.
Você disse que gostaria de ser parte da família de Barack Obama. Se você pudesse conhecê-los, o que gostaria de mostrar do Brasil?
Como baiano corporativo, eu diria para ele: "Pô, Obama, tu já chegou aí no Rio, agora vamos dar uma voltinha ali no Pelourinho pra você conhecer também!" (risos) Acho que se o Obama vier para a Bahia ele não volta para os Estados Unidos não, ele fica.

quarta-feira, 9 de março de 2011

NOMEADO O NOVO PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO CULTURAL PALMARES




Fonte: Africas

O novo presidente da Fundação Cultural Palmares é Elói Ferreira de Araújo, ex-titular da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir). A nomeação foi publicada ontem (02/03/2011) no Diário Oficial da União, confirmando as expectativas em torno do nome. Ferreira assume as funções dentro dos próximos quinze dias, substituindo Zulu Araújo, que deixa a Palmares após oito anos – quatro dos quais como presidente da Fundação.

Arquivo FCP

Ascom

PERFIL – Zootecnista por formação e militante da causa afrodescendente por opção, o novo presidente da Fundação Cultural Palmares (FCP) possui vasta trajetória política. Sua primeira inserção neste campo das relações sociais foi em 1981, quando participou da fundação do Partido dos Trabalhadores (PT), ao lado do então sindicalista Luiz Inácio Lula da Silva. No mesmo ano, porém, filiou-se ao Partido Comunista do Brasil (PCdoB), agremiação então clandestina.

Nascido no Rio de Janeiro, Elói Ferreira mudou-se para Brasília em 1987, para chefiar o gabinete do então deputado federal Edmilson Valentim. Dois anos depois, regressou à Cidade Maravilhosa, para chefiar o gabinete do então vereador Édson Santos, permanecendo na função por cinco mandatos consecutivos. Seu talento para a política chamou a atenção de Santos, que o encarregou de coordenar suas campanhas de reeleição para vereador, de eleição para deputado federal e de candidatura ao Senado.

Na década de 90, Ferreira formou-se em Direito e retornou ao PT. Há dois anos, tornou-se secretário-adjunto do então ministro da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Edson Santos. Quando Santos deixou o cargo para mais uma disputa eleitoral, Elói o substituiu, coordenando a equipe organizadora da bem sucedida II Conferência Nacional de Promoção da Igualdade Racial. Ferreira permaneceu na Seppir até janeiro deste ano, quando foi convidado para presidir a Palmares

Além do Ponto com "Os Crespos"




Dica : Sidney Santiago (na foto com a atriz Lucélia Sérgio)




"Além do Ponto" escapa dos clichês e transforma amor em ato de resistência


Fonte: Folha de S.Paulo - Acontece


CHRISTIANE RIERA
CRÍTICA DA FOLHA

Uma história de amor em que se conta o começo e se ensaiam os inúmeros fins.
Esse é o mote de "Além do Ponto", charmoso e inventivo espetáculo da Cia. Os Crespos, em que os ótimos atores Sidney Santiago e Lucélia Sérgio interpretam um casal em vias de separação.
Dois microfones, posicionados em lados opostos em longo corredor, sugerem uma situação de duelo. De um lado, quem deixou. Do outro, quem foi deixado.
No vão que se abre entre eles, os seus percursos, em que trocam afetos e confessam suas angústias.
O resultado é rico, uma verdadeira "fuga" dos clichês de separação.
Como em uma composição musical contrapontista, o mesmo tema é repetido por outras vozes, que dialogam com o motivo principal de maneira entrelaçada.
Pela direção de arte de Antônio Vanfil, esse universo é colorido. O cenário reproduz um apartamento fora de prumo, prestes a ser desmontado. Os objetos empilhados aventam a ruptura.
Sob a afiada direção de José Fernando de Azevedo, os atores cantam, dançam e até gritam com pleno domínio de seus carismas.
Suas experiências transbordam da casa para as ruas da cidade, confundindo-se com depoimentos de desconhecidos através de vídeos captados em São Paulo.
Além do formato original, o triste e trágico fim do amor é apontado como momento positivo de transformação e tratado com leveza.
Apesar das brincadeiras, relatos comoventes sobre exemplos de desamor na infância desenham um quadro mais complexo. A questão racial se infiltra aos poucos, adensando o texto.
O breve histórico de exploração como impedimento para a capacidade de amar ganha vida com o rap "contra a opressão da tirania do não".
No final, o amor deixa de ser tema corriqueiro para se transformar em genuíno ato de resistência.


ALÉM DO PONTO
QUANDO de qui. a sáb., às 21h; dom., às 20h; até 13/3
ONDE Ágora Teatro (r. Rui Barbosa, 672; tel. 3284-0290)
QUANTO R$ 10
CLASSIFICAÇÃO 14 anos
AVALIAÇÃO bom

HERBERT VIANNA SOBRE VAIDADE SEM LIMITES







Cirurgia de lipoaspiração?
Herbert Vianna

Pelo amor de Deus, eu não quero usar nada nem ninguém, nem falar do que não sei, nem procurar culpados, nem acusar ou apontar pessoas, mas ninguém está percebendo que toda essa busca insana pela estética ideal é muito menos lipo-as e muito mais piração?
Uma coisa é saúde outra é obsessão.
O mundo pirou, enlouqueceu.
Hoje, Deus é a auto-imagem.
Religião é dieta.
Fé, só na estética.
Ritual é malhação.

Amor é cafona, sinceridade é careta, pudor é ridículo, sentimento é bobagem.
Gordura é pecado mortal.
Ruga é contravenção.
Roubar pode, envelhecer não.
Estria é caso de polícia.
Celulite é falta de educação.
Filho da puta bem sucedido é exemplo de sucesso.
A máxima moderna é uma só: pagando bem, que mal tem?

A sociedade consumidora, a que tem dinheiro, a que produz, não pensa em mais nada além da imagem, imagem, imagem.
Imagem, estética, medidas, beleza.
Nada mais importa.
Não importam os sentimentos, não importa a cultura, a sabedoria, o relacionamento, a amizade, a ajuda, nada mais importa.
Não importa o outro, o coletivo.
Jovens não tem mais fé, nem idealismo, nem posição política.
Adultos perdem o senso em busca da juventude fabricada.

Ok, eu também quero me sentir bem, quero caber nas roupas, quero ficar legal, quero caminhar correr, viver muito, ter uma aparência legal mas...
Uma sociedade de adolescentes anoréxicas e bulímicas, de jovens lipoaspirados, turbinados aos vinte anos não é natural.
Não é, não pode ser.
Que as pessoas discutam o assunto.
Que alguém acorde.
Que o mundo mude.
Que eu me acalme.
Que o amor sobreviva.
" Cuide bem do seu amor, seja ele quem for "

sexta-feira, 4 de março de 2011

A SAGA DOS GUARDIÕES DA MORADA




Por: Preta Jóia



Nos preparativos para o carnaval da G.R.C.E.S. Mocidade Alegre de 2005, a Presidente Solange pediu que eu convidasse um grupo de dança para sair em torno do 1º. Casal de Mestre Sala e Porta Bandeira, naquela época Rubens e Adriana. Me explicou qual seria o papel deles durante o desfile e que já havia convidado em outros anos, grupos que não se dedicaram totalmente , até por não terem nenhum laço com nossa agremiação.

Então veio ao meu pensamento não convidar um grupo, e sim “formar” esse grupo, com

rapazes que não tivessem vínculo com nenhuma outra agremiação ou grupo, e foi assim,

que sai pelas rodas de samba, baladas, em busca de homens com altura de 1,80 m para

cima, corpo atlético, bonitos e/ou com estilo.



Os primeiros integrantes desse grupo foram : Rodrigo , Denis , René, Alex, Júnior, Toni, Koy, Felipe, Luciano, Alexandre Cássio que foram a novidade daquele ano em nossa quadra.
E causaram um frisson enorme no último ensaio daquele daquele ano, ao se apresentarem

no palco cantando o hino de exaltação da escola, numa versão bem ao estilo deles,

misturando black music e rap, em homenagem à nossa Presidente.

Para o desfile foram ensaiados por Érica Ferreira e Cristiano, que se tornou um amigo

fiel da rapaziada.

Esse grupo, tornou-se uma ala específica “Guardiões do 1º. Casal”, e são chamados

também de Guardiões da Morada.

Só que exatamente por esses rapazes terem dons artísticos, uns modelos, outros cantores, micro-empresários, alguns não tiveram como permanecer no grupo e tive

novamente a grata tarefa de trazer novos integrantes, e entre eles veio o Anderson

(Tico) que hoje é coordenador dos “ Guardiões do 1º Casal” em substituição ao primeiro coordenador René, que pertenceu ao primeiro grupo e hoje faz parte do quadro da Diretoria de Harmonia da Morada.
Fico feliz porque fiquei com o mérito de ter criado a ala, sou a madrinha desses rapazes, que hoje fazem um trabalho muito bom, reconhecido pela nossa diretoria e comunidade e agradeço por terem aceito meu convite.
Sou muito grata aos pioneiros, que foram essenciais para a criação dessa ala, aos que já passaram por ela e infelizmente não puderam ficar, e aos que permanecem e me dão a satisfação de ver um trabalho bem feito, na escolta do atual casal nota 10 de Mestre Sala e Porta Bandeira Emerson e Adriana.

Os atuais Guardiões da Morada são:

Anderson Adriano de Souza (Tico) - Coorden
Erick Silva Santos (Bahia)
Marcio Peres Pereira
Diego Menasse
Marcos Roberto Xavier
Bruno Leme
Renan Augusto de Paula Pereira
Alexandre Cassio (Ale)
Wellington Augusto de Camargo
Rodrigo Dias
Ricardo Haddad Collard (Heman)
Dimas Antunes
Jeferson Carlos de Lima
Rogerio Oliveira de Paula
Eduardo Esposito
Oswaldo Gomes


HINO EXALTAÇÃO AO PAVILHÃO

Oh! Meu pavilhão
Enche meu peito de emoção
Deixa girar, é lindo ver
Me orgulho de você

Abrem-se as cortinas
O show vai começar
Arte que fascina
É o ato de dançar

Dupla face em comunhão
Harmonia, sedução
Conivência no olhar
É beleza no bailar

Simplesmente poesia
Esbanjando simpatia
Faz pulsar o coração
Minha paixão
Respeitosamente
É Mocidade o meu pavilhão

SEMANA DO HIP HOP 2011 EM SÃO PAULO


SEMANA DO HIP HOP 2011 – HIP HOP COMBATENDO A VIOLÊNCIA CONTRA A JUVENTUDE NEGRA.
O Fórum de Hip Hop Municipal SP em parceria com a prefeitura, representada pelas secretarias de Cultura, Educação e Participação Parceira realizarão a Semana do Hip Hop 2011, lei municipal 14.485/2007, que será executada de 13 á 21 de março, na cidade de São Paulo. Nas mesas de bate papo o Movimento Hip Hop junto com a sociedade civil e poder público dialogarão sobre o tema Hip Hop Contra a Violência. As atividades acontecerão na Câmara Municipal de São Paulo, Galeria Olido, quatro CÉUS, e Boulevard São João para finalizar atividades. Além das apresentações artísticas haverão workshop´s dos quatros elementos, produção musical, moda, literatura. Você não pode ficar fora dessa, venha fazer barulhoooo!

Apesar da Semana do Hip Hop 2011 representar uma conquista do Movimento Hip Hop, não teremos somente atividades festivas ou comemorativas. A organização preparou consideráveis intervenções reflexivas e de diálogo com o poder público em importantes espaços paulistanos, na periferia e no centro.

Fórum Hip Hop Municipal SP
Criado em 2005 é um espaço e canal de diálogo entre os jovens do Movimento Hip Hop e as representações da administração pública municipal com objetivo de discutir políticas públicas e criar critérios públicos que direcionem a relação entre o poder público e os jovens, garantindo que não haja privilégios de uns em detrimento de outros setores.

Os encontros e discussões do Fórum ocorrem a partir de 8 eixos temáticos:
Difundir o Hip Hop
Elaborar políticas públicas de juventude
Inserir o Hip Hop como tema transversal da educação
Combater a discriminação de gênero
Organizar uma agenda do Hip Hop na cidade
Combater a discriminação racial
Atuar contra a violência policial
Debater geração de emprego e renda



Programação



Domingo dia 13/03/2011 Zona Central - Horário: 12:00hs/20:00hs
Tema Principal:“O Hip-Hop combatendo a violência contra a juventude negra”
Local: Galeria Olido - Avenida São João, 473
12:00hs/13:30hs - Tema “O Hip-Hop em São Paulo: Genocídio, violência, movimento, auto-estima”
13:40hs/15:00hs - Tema “História viva do Hip-Hop em São Paulo”
15:10hs/16:30hs - “Debate Hip-Hop em ação: Periferia, Políticas, Cultura, Educação, Geração de renda”
16:40hs/18:00hs - “Debate Produção de Hip-Hop: Literatura, Vídeo, Moda, Internet e Possibilidades”
18:00hs/20:00hs - Apresentações Freestyle: Toca discos, microfones e pistas livres



Segunda-Feira dia 14/03/2011- Horário: 15:00hs/17:00hs
Tema Principal: “O Hip-Hop combatendo a violência contra juventude negra”
Local: Câmara Municipal de São Paulo - Viaduto Jacarei, 100 - Auditório Prestes Maia - 1ºandar



Horário: 19:00hs/21:00hs
Cine/Projeção de Clipes Hip-Hop Produção Brasileira - Sala Mario Pedrosa (Espaço Expositivo – Sobreloja)
Local: Galeria Olido - Avenida São João, 473
19:00hs/21:00hs Inicio das apresentações artísticas
Apresentações Freestyle: Toca discos, microfones e pistas livres



Terça-feira dia 15/03/2011 Zona Leste
Tema Principal: “O Hip-Hop combatendo a violência contra a juventude negra: “Mulher – Saúde Educação”
Local: CEU Inácio Monteiro, rua Barão Barroso do Amazonas, s/nº - Cidade Tiradentes
16:00hs/17:30hs – Workshops Quatro Elementos
18:00hs/19:30hs- “O Hip-Hop combatendo a violência contra juventude negra:Mulher – Saúde – Educação”
19:30hs-21:25 : Apresentações artisticas dos quatro elementos



Quarta-feira dia 16/03/2011 Zona Sul
Tema Principal: “O Hip-Hop combatendo a violência contra a juventude negra: “Drogas – Geração de renda – Segurança Pública”
Local:CEU Casa Blanca - Rua João Damasceno, 85- Vila das Belezas
16:00hs/17:30hs – Workshops Quatro Elementos
18:00hs/19:30hs-“O Hip-Hop combatendo a violência contra a juventude negra: “Drogas- Geração de renda – Segurança Pública”
19:30hs-21:25 : Apresentações artisticas dos quatro elementos



Quinta-feira dia 17/03/2011 Zona Oeste
Tema Principal: “O Hip-Hop combatendo a violência contra a juventude negra: “Racismo – Exclusão – Descaso Urbano”
Local:CEU Perus
Rua Bernardo José de Lorena, s/n
16:00hs/17:30hs – Workshops Quatro Elementos
18:00hs/19:30hs-“O Hip-Hop combatendo a violência contra a juventude negra: Racismo – Exclusão – Descaso Urbano”
19:30hs-21:25 : Apresentações artisticas dos quatro elementos



Sexta-feira dia 18/03/2011 Zona Norte
Tema Principal: “O Hip-Hop combatendo a violência contra a juventude negra: “Políticas Públicas (Federal, Estadual, Municipal) – Qualificação – Implementação - Acesso”
Local:CEU Jaçanã -Rua Antônio César Neto, 105
16:00hs/17:30hs – Workshops Quatro Elementos
18:00hs/19:30hs-“O Hip-Hop combatendo a violência contra a juventude negra: “Políticas Públicas (Federal, Estadual, Municipal) – Qualificação – Implementação - Acesso”
19:30hs-21:25 : Apresentações artisticas dos quatro elementos



Sábado dia 19/03/2011 Zona Central Horário: 09:00hs/21:00hs
Local: Galeria Olido - Avenida São João, 473
Workshop: 10:00hs/ 13:00hs
13:00hs/21:00hs – Apresentações de encerramento.



Imprensa:
André Luiz dos Santos (Rapper Pirata)
Fone: 11 8216 2160
rapperpirata@gmail.com
Mtb:41831/SP
Geraldo Brito
Fone: 11 9556 1766
geraldoreportagem@yahoo.com.br
Mtb: 49219/SP

Informações: forumhiphopeopoderpublico.blogspot.com